bggghjkkkk

bggghjkkkk

23 de janeiro de 2016

LIVRO - PÁSSARO CONDOR

PALHAÇO
Ainda que eu andasse só e desencorajado,
Da minha vida em descompasso,
Não vou lhe pagar de PALHAÇO,
Mesmo caído no chão...
Fugiu de mim toda alegria,
Sobraram mágoas – Agonia,
Não vou ficar na tua mira – Bala de Canhão...
Eu vou sorrir, mas de desgosto,
Veja as marcas do meu rosto,
Pintadas de emoção...
E quando a minha mágoa passar [ Vai passar ],
Eu vou mudar o meu semblante,
Te mandarei um terno abraço,
Agora sim,  eu sou PALHAÇO,
Eu voltarei a sorrir...

Nenhum comentário:

Postar um comentário